quinta-feira, 28 de junho de 2018

CET - Custo Efetivo Total

Você conhece o Custo Efetivo Total (CET)? O consumidor brasileiro ganhou uma importante ferramenta para auxiliá-lo na hora de tomar um empréstimo ou fazer uma compra a prazo. Trata-se do Custo Efetivo Total, também conhecido por CET. Criado pelo Banco Central, para dar maior transparência às operações de crédito e leasing, o CET começou a vigorar em março de 2008

Mas, afinal, você sabe o que é CET? Nos contratos de empréstimos, venda a prazo e leasing, os agentes financeiros informam a taxa de juros da operação, mas cobram separadamente uma série de encargos como seguro, IOF, etc., os quais encarecem o empréstimo. Como esses encargos variam entre os vários fornecedores de crédito, pode ocorrer de o consumidor escolher uma taxa de juros mais baixa, mas pagar mais pelo empréstimo, em função desses encargos. Para tornar possível uma escolha adequada, agora, financeiras e bancos terão de fazer o cálculo da conta com todos os encargos e apresentá-la na forma de taxa única anual, o CET.

Fique atento! A informação passou a ser obrigatória nas publicidades e contratos de crédito. Assim, o consumidor poderá comparar as várias ofertas do mercado e escolher, com clareza, a mais vantajosa para seu bolso. Em caso de omissão, denuncie ao Procon da sua cidade.

Fonte: APLICAÇÕES DE MATEMÁTICA FORENSE - Projeto Supervisionado MS877

Nenhum comentário:

Postar um comentário